Vitra Campus: Turismo arquitetônico e história do design

 

Mais do que um complexo de fábricas de móveis e objetos de design, o Vitra Campus, em Weil am Rhein, Alemanha, na fronteira com a Suíça, são verdadeiras atrações arquitetônicas, abrigando fábricas e demais instalações (de postos de gasolina a um museu) da marca. Neste mesmo complexo, situa-se o Vitra Design Museum e a VitraHaus, que reúnem uma das maiores coleções de objetos de design do mundo.

VitraHaus

VitraHaus

Seu conceito surgiu depois de um incêndio em 1981 que destruiu praticamente toda a antiga fábrica da empresa. A idéia era reconstruí-la com uma arquitetura funcional, um entorno que motivasse com um forte conceito estético por trás.  Para isso foram convidaram os principais arquitetos do mundo para projetar os novos edifícios.

O primeiro edifício do Vitra Capus foi projetado por Nicholas Grimshaw e a partir daí, as fábricas, por Alvaro Siza e pelos japoneses do SANAA, o VitraHaus, pelos suíços Herzog e De Meuron, o Vitra Design Museum  pelo americano Frank Gehry, o centro de conferências de Tadao Ando, entre outros. O complexo abriga ainda edifícios de Zaha Hadid, Jean Prouvé, Buckminster Fuller e até a parada de ônibus foi projetada pelo designer Jasper Morrison.

“Domo” – Richard Buckminster Fuller

Em 1984, com a comemoração do septuagésimo aniversário do fundador da empresa, Willi Fehlbaum, é encomendada a escultura “Balancing Tools” executada pelos holandeses Claes Oldenburg e Coosje van Bruggen – conhecidos por seus trabalhos baseados em objetos cotidianos recriados em grandes proporções.

"Ballancing Tools" - Claes Oldenburg e Coosje van Bruggen

É de uma das visitas ao escritório de Oldenburg e van Bruggen que nasce o primeiro contato dos empresários da Vitra com Frank Gehry, o arquiteto canadense que vai executar o desenho do Vitra Design Museum em 1989.

 

Vitra Design Museum

"Vitra Center" - Gehry

Em 1993, o japonês Tadao Ando é mais um grande nome a figurar entre os projetistas do Vitra Campus. O arquiteto desenvolveu seu primeiro projeto fora do Japão, o Pavilhão de Conferências, uma construção com pouco volume aparente sobre a superfície.

Na mesma época, a iraquiana Zaha Hadid, identificada com a corrente desconstrutivista da arquitetura, assina uma estação de combate a incêndios no Campus.

"Vitra Firestation" - Zaha Hadid

Nos anos 2000, o Vitra Campus ganha um domo geodésico que serve como espaço para eventos, deixou Detroit, no EUA, onde havia sido criado por Richard Buckminster Fuller, em 1978.

 

As construções e espaços de exposição e venda do Vitra Campus podem ser visitados.

No Brasil, a Riccó é a Master Dealer da linha de mobiliário corporativo Vitra.

Anúncios

Sobre moveisricco

Desde 1875, a Riccó oferece soluções corporativas de mobiliário tornando o ambiente de trabalho mais prazeroso e produtivo. O trabalho junto à renomados escritórios de arquitetura do Brasil garante vanguarda aos seus clientes. Alianças internacionais com grandes fabricantes Europeus e Norte Americanos ratificam ainda mais a posição entre as maiores empresas de móveis corporativos do Brasil.”
Esse post foi publicado em Linha de produtos e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s